Largando a chupeta

Temos uma notícia muito legal para compartilhar com vocês: já faz três semanas que o nosso pequeno grande Arthur deixou a chupeta.

E não tem feito falta.

chupeta avent

A história foi assim: ele sempre usou chupetas da Avent. E não são baratas. De uns tempos para cá já pensávamos em tirar a chupeta, pois ele já tem hoje 22 meses. Até que então ele começou a morder as chupetas e rasgá-las. Passamos a ter que comprar chupeta com muito mais frequencia. Eis que um dia ele fez um rasgo tão grande na chupeta que nos deixou preocupados: e se ele engolir?

Ele já não usava muito a chupeta durante o dia. Era mais para dormir.

Naquele dia eu perguntei para ele se ele queria dar a chupeta para o Coelhinho da Páscoa. Ele disse que sim. Fomos até um desenho do coelhinho no quarto dele e explicamos para o coelho. Então fomos até a porta do apartamento onde supostamente o coelho já estaria esperando. E assim foi. Ele não pediu.

Alguns já me perguntaram: mas por que o Coelhinho da Páscoa? Boa pergunta, afinal nem estamos na Páscoa. Mas eu queria usar um personagem fictício na história, e que estivesse fresco na memória dele. Não queria falar de algum conhecido e deixar ele pensando que aquela pessoa estava com a chupeta.

Ele chegou a pedir umas duas vezes depois em outros dias mas sem escandalo. Apenas falou.

E houve mudanças. Nos primeiros dias, notamos que ele ficou mais estressado, afinal a chupeta o acalmava (não é atoa que em inglês a palavra é pacifier).

E também mudou para dormir. Antes era possível, com muito custo, deixar ele sozinho para ele dormir. Agora temos que ficar junto no quarto. Mas por outro lado ele agora dorme a noite toda tranquilo. Antes ele acordava bravo se não achava a chupeta durante a madrugada. Também passou a comer mais. Enfim, pequenas mudanças que notamos no dia a dia.

E como ele começou a usar a chupeta?

Bom, antes de ele nascer eu já tinha comprado as chupetas da Avent pelo eBay. Apenas por precaução. Minha ideia não era dar. Mas na primeira noite de vida do Arthur, ainda na maternidade, ficamos preocupados que ele não mamava. De madrugada, uma enfermeira falou que ele não sugava e precisava de uma chupeta para treinar. E assim começou. Acho que ela falou uma grande bobeira, pois depois disseram que o Arthur não mamava pois não tinha fome e isso era bem normal.

Depois de um tempo a chupeta até ajudou na sua cordenação motora. Com quatro meses ele brincava de tirar e colocar a chupeta na boca. Depois usava ela para bater nas coisas como se fosse um martelo, tanto que chegou a quebrar.

Certa vez tentamos também uma chupeta da NUK. Mas ele detestou.

Enfim, uma página virada 🙂

Facebook Comments

Post Author: mario