Por que os carrinhos de bebê são tão caros no Brasil?

Neste último sábado foi publicado no site da Forbes uma reportagem que causou grande repercurssão no Brasil. Hoje a matéria da correspondente Kenneth Raposa esteve presente nos principais sites jornalísticos, além de fazer muito sucesso nas timelines do Facebook e Twitter.

O Diário dos Papais aproveita este assunto para fazer um paralelo com os produtos voltados aos bebês.

Mas para quem não leu a matéria, aqui vai uma palhinha.

Em resumo, a matéria fala sobre o ridículo Jeep Grand Cherokee de 80 mil dólares no Brasil, sendo que o mesmo custa 29 mil dólares nos EUA. A autora fala que se por um lado os brasileiros acham ridículo os americanos pagarem 150 dólares por uma havaiana nos EUA, no Brasil quando o assunto é carro a classe alta está tomando 51 achando que é um licor top.

Jeep Grand Cherokee 2012
Jeep Grand Cherokee 2012

O Jeep Grand Cherokee não é um carro de luxo nos EUA, é um carro acessível a qualquer pessoa de classe média baixa a classe média. No Brasil tem um status diferenciado.

Sempre fico imaginando que no Brasil a classe média historicamente esteve tentando se diferenciar da classe baixa. Se tem gente tomando Old Eight, então a classe média quer Johnnie Walker… Black Label. Só que os absurdos R$ 100 do Black Label estão disponível inclusive para a classe baixa hoje em dia. Então imaginem que bizarro seria a economia no Brasil caso os impostos e preços realmente baixassem. A classe média brasileira seria uma das únicas do mundo a consumir como rico, tomando Blue Label e comprando Land Rover. É estranho.

Tão estranho quanto pagar caro é não enxergar que está levando algo que nem luxuoso é. Na TV se vê sempre chefes de estado sendo recebidos em Brasília em Corolla, um compacto econômico nos EUA e Japão e que é aqui é visto como veículo executivo.

Mas e os carrinhos?

Vamos lá. Os produtos para bebê também sofrem uma grande disparidade de preços se comparar o preço praticado aqui com os praticados em países desenvolvidos ou mesmo vizinhos como Argentina e Uruguai. Como diversos outros produtos, os carrinhos são caros por causa de impostos e margem de lucro, uma vez que a qualquer preço há alta demanda.

Um carrinho muito bom é o Jeep Overland Limited Jogging Stroller.

Jeep Overland Limited Jogging Stroller
Jeep Overland Limited Jogging Stroller

Tem entrada para iPod para o bebê escutar música, pneus infláveis para mais conforto e melhor rodagem, freio de estacionamento (como qualquer carrinho) e freio de mão, muito útil por exemplo em uma esteira rolante. No Brasil, tomando como exemplo uma loja do Shopping Iguatemi Florianópolis, custa R$ 1500. No Amazon custa $195, e por incrível que pareça eles entregam no Brasil (com frete e impostos fica em torno de R$ 900). E não é um carrinho de luxo não. Nos EUA um carrinho top é o Stokke XPLORY que no Amazon custa em torno de $950 (não entregam no Brasil). É o carrinho das celebridades, usado por Jennifer Hudson, Denise Richards e Heidi Klum. Seu diferencial está em deixar o bebê bem próximo dos pais. E você estava pensando em gastar o mesmo que a Heidi Klum mas em um Jeep (agora parece bobo falando assim).

Stokke XPLORY
Stokke XPLORY

 

Em se falando de roupas, os brasileiros vão à Miami e voltam com a mala cheia de Carter’s, que é uma marca muito boa. A maioria no entanto é feita na China e não é coisa top nos EUA. Mas aqui tem todo o status de uma grife. No Mercado Livre se encontra aos montes, mas se você quiser fuçar no eBay você encontra bem mais barato.

Vamos falar agora um pouco de brinquedos. No Brasil há uma grande variedade de carrinhos elétricos para a criança dirigir, com valores entre R$ 900 a R$ 1600. Vamos pegar o exemplo de um jipe para duas crianças, como o Gaucho Rock, a venda na Ri-Happy por R$ 2600.

 

Mini Quadriciclo Prata - Gaucho Rock'in 12V
Mini Quadriciclo Prata – Gaucho Rock’in 12V

Nos EUA tem o muito parecido Power Wheels Tough Talking Jeep Wrangler por $260 na Amazon.

Power Wheels Tough Talking Jeep Wrangler
Power Wheels Tough Talking Jeep Wrangler

 

Felizmente nem tudo nesse mundo é consumismo, mas se o assunto for educação a história continua ruim para nós brasileiros.

Trinity School
Trinity School

Em São Paulo uma escola de prestígio tem mensalidade em torno de R$ 4500, ou algo em torno de R$ 54000 por ano. Em 2010 a Forbes elegeu a Trinity School NY como a melhor escola preparatória dos EUA. Sua anuidade fica em torno de $38000. É mais caro mas é uma escola que prepara para Harvard, MIT, Yale, etc, e por onde passaram vários líderes importantes na história do país. Muitas escolas preparatórias no entanto tem anuidade para período integral em torno de $7000, inferior a muitas escolas do Brasil.

O ensino particular nos EUA é considerado caro, mas é mais uma coisa que pesaria menos no bolso do americano do que pesa aqui no nosso bolso. Para onde estamos indo?

Facebook Comments

Post Author: mario

1 thought on “Por que os carrinhos de bebê são tão caros no Brasil?

Comments are closed.