Hospitais de Brasília não aceitam plano Unimed Nacional – ficamos na mão

Em abril deste ano (2012) fizemos uma rápida viagem para Brasília. Toda a família, ou seja, eu, a Cleu e o Arthur.

Foi a segunda viagem de avião do Arthur, e fomos com a Gol (veja dicas de viagem com bebê com a Gol).

Ele estava com oito meses. A viagem era de apenas três dias, programada com alguns meses de antecedência por usar milhas tanto para a os vôos quanto para o hotel.

Eis que no dia da viagem o Arthur apresentou febre na escola. Levamos ao médico e era um resfriado. Não teria problemas em viajar.

Mas a viagem não foi fácil para o nosso pequeno. No primeiro dia ele teve febre alta. No nosso hotel, o Mercure Brasilia Lider, nos indicaram levá-lo ao Hospital Santa Helena, no final da Asa Norte. Era longe de onde estávamos no setor hoteleiro que fica no centro do plano piloto. Ainda bem que estávamos com carro alugado senão seria uma fortuna de táxi.

Hospital Santa Helena – Brasília

Foi fácil chegar ao hospital. Hospital bem grande, bonito. Entramos em um estacionamento subterrâneo tipo de shopping. Entrou, pagou. A boa impressão do hospital acabou na recepção. Além de ser complicado de ir do estacionamento para a recepção, fizemos o que dizia um aviso, de passar por uma triagem antes. Pegamos a senha da triagem e ao sermos chamados a moça disse que não tínhamos que ter ido lá, e sim na recepção. Mais uma senha, e ao ser atendido, na verdade não fomos atendidos. Nosso plano não era coberto… Pera aí: não aceita Unimed?

A Unimed Florianópolis, onde temos o plano, nos diz que o plano é nacional. Resposta do hospital: naquele hospital aceitam apenas clientes da Unimed Centro-Oeste e Unimed Tocantins. E eu pergunto: faz sentido isso? Pode um hospital aceitar apenas o plano regional da Unimed?

Na minha opinião, a Unimed como um todo ou tem convênio com um hospital ou não. Imagine se a Unimed Florianópolis tem que sair se cadastrando em cada clínica e hospital do canto desse Brasilzão de meu Deus…

De lá mesmo do hospital liguei para a Unimed Florianópolis: fui muito mal atendido e me disseram que se o hospital dizia que não atendia devia ser verdade.

Liguei para vários hospitais de Brasília e a história era sempre a mesma. O único lugar que aceitava planos “nacionais” de Unimeds de fora era o próprio hospital da Unimed, chamado Hospital Planalto. Comparando com Florianópolis, seria um NAS maior mas mais feio.

E ficava na Asa Sul, no outro canto do plano piloto. Lá fomos nós. De modo geral fomos bem atendidos nesse hospital, exceto quando precisei esquentar o leite do Arthur. Não tinha um microondas naquela coisa. Me encaminharam para uma cantina onde a moça disse que não poderia esquentar na minha mamadeira pois era coisa de fora do hospital. Ela poderia colocar num copinho de plástico (esses branquinhos descartáveis bem fininhos). E desde quando isso vai no microondas? “Não é tóxico?” No fim usamos um refeitório de funcionários do hospital.

Enfim, apesar dos pesares e da febre alta que o Arthur teve, deu tudo certo e a viagem até foi divertida. De volta a Florianópolis, questionei a associação que nos vende o plano. Disseram que a informação não procede. Os hospitais de Brasília deveriam aceitar sim nosso plano.

Fato é que não aceitaram e a Unimed Florianópolis na hora não resolveu o problema.

Facebook Comments

Post Author: mario