Cobertura Social Good Brasil Florianópolis 2012 – Minhas impressões sobre o evento – #socialgoodbr

O que eu queria com o Social Good Brasil? Não sabia. Mas desde que entrei firme nesse mundo dos blogs, ouvi falar que podia usar essa ferramenta para de alguma forma ajudar o mundo. Me cadastrei então, aberto a aprender e ver.
Para que entendam: sou empresário, sócio da Vieira-Ishikawa, uma empresa focada no desenvolvimento de software para automação industrial. Usar blog e Facebook para ajudar em causas sociais era uma total novidade para mim há quatro meses atrás.
Isadora Faber – Diário de Classe
Mas fui escrevendo, fui conhecendo gente e me chamou atenção o Social Good Brasil, pela divulgação da Sam Shiraishi pelo Facebook. Depois por coincidência fiz amizade com um dos responsável pelo evento, o Anderson da Silva.
Casal Guilherme e Sam (e a bebê que está por vir) e Mario
E então? O que estou achando?
É um mundo novo. Devo confessar que me chamou atenção no início a importância das empresas privadas no fomento às organizações e projetos. De cara, mesmo consciente, me pareceu estranho em um evento social ouvir a todo o tempo o nome de grandes marcas.
Mauro Segura – IBM
Foto: Social Good Brasil
Mas então vieram as palestras do Mauro Segura e Simon Mainwaring e ficou para mim bem claro essa importância. Uma importante mudança não acontece apenas feita por um, mas sim com pessoas, empresas e governo trabalhando em conjunto para um mesmo fim. We is the new me, nas palavras de Simon Mainwaring
Simon Mainwaring – Autor We First
Foto: Social Good Brasil
Entrei no evento como blogueiro. Encontrei e conheci pessoas blogueiras com muitos anos de experiência, e fui muito bem recebido. É muito bom estar nesse meio. A blogosfera me permite lidar com um ambiente que para mim é bem diferente do que estou acostumado. Novas regras de etiqueta e conduta devem ser aprendidas. De certa forma, é bom nessa minha idade voltar a aprender uma coisa tão diferente.
Auditório FCC lotado
Foto: Social Good Brasil
O evento está muito bem organizado. Nós blogueiros temos inclusive um ambiente especial, com mesas e computadores para ajudar na cobertura do evento. Meus parabéns a organização.
Interessante é se dar conta que um dos nossos projetos, o Linguagem de Sinais para Bebês, tem um caráter social educativo: ajuda gratuitamente as pessoas a praticarem e ensinarem a seus bebês a comunicação através de sinais.
Facebook Comments

Post Author: mario